Laser


É um método muito eficaz e pouco invasivo indicado no tratamento das telangiectasias e microvarizes com até 2mm de diâmetro.
Este método de tratamento consiste em utilizarmos uma luz muito intensa sobre o vaso, fazendo com que ele desapareça quase que imediatamente. Para entendermos como esse processo funciona, usaremos como exemplo uma janela de vidro, que deixa passar os raios solares, e um objeto de cor escura atrás desta janela, que absorverá o calor dos raios solares. Os raios solares atravessarão o vidro, pois este é transparente e aquecerão o objeto que está logo atrás, sem aquecer o vidro. O objeto atrás da janela pode ser comparado ao vasinho e a janela à pele. O laser atravessa nossa pele sem lesá-la e é absorvido pela parede do vaso que, em frações de segundo, desaparece.

 

 

 

Vantagens

Quais as vantagens do laser em relação a escleroterapia e outros métodos empregados para o tratamento de varizes?

 

----É um tratamento praticamente indolor;

----Dispensa o uso de ataduras ou outros métodos compressivos após o tratamento;

----Não causa o aparecimento de esquimoses ou manchas;

----Não causa efeitos colaterais (tonturas, dispnéias, tosse, etc.);

----Pode ser usado durante a gestação;

----Não existe restrição ao sol após o tratamento;

----É eficaz no tratamento de microvarizes e nevus que não desaparecem com a escleroterapia.

 

 

Porém, o laser não substitui a escleroterapia definitivamente, ele é mais um método para o tratamento de microvarizes.

Existem veias que ainda vão necessitar da esclerose tradicional. O uso do laser associado com a escleroterapia é uma excelente alternativa terapêutica.

 

 

 

 

 

No consultório da Dra. Judit Hegedus, o aparelho utilizado é o laser-Diolite 532.

 

 

 

 

 

 

 

Rola para cima

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Rola para baixo